por

Eu fazia o serviço mais pesado da ferrovia

Meu nome é Inácio Borges Sobrinho, eu nasci 21 de junho de 1926, numa roça de Cambuquira. A estação de Cambuquira era na saída para Campanha. Meus cunhados trabalhavam na ferrovia, quando foi em 1960 eles me convidaram pra vim trabalhar na rede, aí eu resolvi entrar.

Eu fazia o serviço mais pesado da ferrovia, é trocar rodelo, mexer com os trilhos, capinar, limpar, estas coisas, limpas as beiradas de córregos, é fazer limpeza. O que era o mais duro, era rondar de madrugada. Para rondar, tinha que rondar as linhas onde o trem tem que passar. Eu saia para rondar as 3 horas, a gente saia dia sim, dia não, era uma hora para ir e outra para voltar, porque eram cinco kilômetros, e a gente tinha que chegar antes do trem passar, se o o trem de passageiro passasse antes da gente chegar, dava umas penalidades para gente.

Levava muito susto, levantava muito de madrugada, aquele lampiãozinho fraquinho que a gente levava, quando lá ia na beirada da linha eu dei de topo com um boi, eu tomei um susto! Outro dia também quase que neste mesmo lugar, eu fui rondar, tem uns bichinhos, hoje o povo fala jaratataca, vira e mexe eles sentam um cheiro catingudo. Um dia eu fui andar eles estavam na beira da linha, a gente acostumava tacar pedra, neste dia eles estavam alvoroçado, você sabe que aqueles bichinhos correu atrás de mim?

Quando o trem cai por cima dos dormentes tem que levantar com macaco. Para fazer a linha de novo, você tem que trabalhar embaixo de vagão, levantava o trem com o macaco, vocẽ quem que entrar em baixo para consertar, para depois descer o trem.

Os dormentes da linha, que fazia o trilhos, de primeira era só madeira de cedro, era madeira boa, madeira de cedro, sucupira, aroeira, madeira dura, firme. Depois teve uns tempo, eles começaram a pôr madeira mole, aí dava acidente, porque o paus quebrava, não aguentava. Tinha que por aquela madeira firme para ficar seguro.

As madeira por aqui mesmo arrumava, mas de primeira vinha de fora, aquelas aroeira do sertã, mas depois começou arrumar por aqui mesmo, pereira, jacarandá, sucupira. Depois começou a arrumar aquelas madeira branca, madeira ruim começou a dar muito acidente. O trem era pesado e a madeira quebrava, né? Depois começaram a melhorar de novo.

Eu até gosto, fico satisfeito, só que eu sou meio grosseiro, não sei falar direito. Eu fico satisfeito porque tem muita gente que vai ver, né? Inclusive tem 2 filhos meus que vão ficar alegre.

Deixe um comentário

Comentário